Minimalismo · Organização

Marie Kondo na Netflix

Estava ansiosa para compartilhar aqui sobre a série Ordem na casa da Marie Kondo na Netflix. Logo que lançou eu corri para assistir e não me decepcionei.

Para quem não conhece, Marie Kondo é uma especialista em organização, escritora e criadora do método KonMari. O primeiro livro dela A mágica da arrumação foi um grande sucesso de vendas e ela já apareceu em dezenas de programas no Japão e USA.

A séria mostra famílias dominadas pela desordem em casa e que segundo Marie precisam apenas manter o que lhes trás alegria. Ao longo dos episódios ela mostra como devemos mostrar gratidão pelos objetos que já nos serviram e desapegar.

É uma inspiração para quem precisa criar coragem de se desfazer de objetos que já não utilizam ou tem grande apego emocional.

Na série podemos ter uma ideia melhor dos ensinamentos passados pelos livros. A forma correta de dobrar as roupas, a melhor forma de guardar utensílios de cozinha, decorações e tudo mais. São passos simples e que facilitam muito nosso dia a dia.

Marie é muito delicada e se mostra muito respeitosa pelo estilo de vida de cada família que participa, sem julgar os motivos de cada um em viver as vezes no meio do caos.

Quem imagina que os livros e o reality são apenas sobre limpeza de casa se engana. Marie mostra muito mais do que apenas organização. É um estilo de vida valorizar tudo que nós temos, usá-los bem, sermos gratos e descartá-los quando necessário. A bagunça é muitas vezes um peso e não nos deixa aproveitar a vida da melhor forma.

Assistam, não vão se arrepender! Espero que voltem com mais temporadas!

Anúncios
Organização · Saúde

Significado da bagunça na sua casa

Texto em espanhol postado originalmente no blog  Sanación Holística.

Você sabia que o acúmulo e a desordem em casa está relacionado a diferentes tipos de medo?

Como o medo de mudança, medo de ser esquecido e esquecer, carência e simbolizam confusão, falta de foco, caos, instabilidade e pode indicar incerteza de tuas metas, tua identidade ou o que você quer da vida. Além disso o local em qual se acumula essa desordem reflete a área problemática da sua vida. Por exemplo, dizem que o armário reflete como você está emocionalmente e que, uma vez que você organize seus conflitos internos, vai se acalmar, ou que um colcha desbotada significa que sua vida amorosa também perdeu seu brilho.

Você manteve objetos quebrados ou danificados por um longo tempo pensando em consertá-los um dia? Eles simbolizam promessas e sonhos quebrados e se é  eletrodomésticos, eletrônicos, móveis ou louças e você ainda guarda, por exemplo, na cozinha ou no banheiro, eles significam problemas de saúde e riqueza.

Se a desordem está em seu quarto significa que você é uma pessoa que deixa as coisas inacabadas e você tem dificuldade em ter um parceiro ou trabalho estável.

O quarto das crianças geralmente são confusos porque eles ainda não passaram pelo processo de saber o que querem da vida, mas há estudos que mostram que as crianças que mantêm seus quartos organizados tendem a serem melhores na escola.

Diferentes tipos de acumulação

  • Acumulação recente: Esse acúmulo indica que você está tentando fazer muitas coisas ao mesmo tempo e que não está se concentrando no que deve fazer, que perdeu a direção. Esse acúmulo ou desordem inclui roupas empilhadas, CDs ou filmes ao redor da casa, brinquedos ou itens esportivos espalhados, coisas que você usou recentemente, mas não colocou de volta no lugar. A maneira apressada em que vivemos tende a criar esse tipo de transtorno e quase todos nós temos em nossa casa, em certa medida.

Organizar essa bagunça imediatamente ajuda você a ser uma pessoa mais focada e eficaz em sua vida diária.

  • Acumulação antiga: refiro-me a objetos que você não usa há muito tempo e que estão empilhados nas gavetas, garagem, armários … Papéis velhos e documentos em seu computador que você não usa mais, revistas há mais de 6 meses ou roupas que você não colocou mais de um ano. Esta é uma reflexão que você está vivendo no passado e está deixando que suas velhas idéias e emoções tomem conta do seu presente e isso, ao mesmo tempo, impede que novas oportunidades e pessoas entrem em sua vida.

10 coisas que você pode fazer hoje para controlar a bagunça:

  1. Livre-se das coisas maiores primeiro: a bicicleta ergométrica que você não usa mais ou o urso de pelúcia gigante que você guarda desde a escola.
  2.  Devolva todas as coisas que você pegou emprestado, cds, livros, roupas, ferramentas.
  3. Pegue o que está no chão e coloque-o em uma cesta ou bolsa até que você possa colocá-los em seu lugar.
  4. Recolha revistas, catálogos e jornais em uma sacola ou cesta.
  5. Tire 10 roupas do armário que você não usou no ultimo ano e doe-as.
  6.  Limpe as janelas, é uma maneira figurativa e literal de deixar a luz entrar na sua vida.
  7. Cestos de lixo vazios, banheiros, cozinha, escritório; eles representam coisas que não precisamos mais nem queremos em nossas vidas.
  8. Retire as meias soltas que você perdeu o par das gavetas do seu guarda-roupa. Você pode usá-las para limpar os móveis.
  9. Limpe a mesa, arquive os papéis que você não usa mais, revise e organize e-mails recebidos.
  10. Livre-se de canetas e marcadores que não funcionam.

Sua atitude é fundamental para favorecer as mudanças que você quer fazer em sua vida.

O Significado da bagunça em cada cômodo

Os seres humanos emitem mensagens e sinais de acordo com a disposição de nossos objetos pessoais, mesmo em nossas gavetas. O acúmulo de objetos é uma maneira de emitir sinais; muitos objetos emitem o sinal de saturação de idéias, projetos e planos totalmente confusos, muito pouco estruturados e definidos.

A bagunça altera o caminho para alcançar nossos objetivos. Ela bloqueia as estradas de acesso a oportunidades e nos faz perder tempo, o que pode ser inestimável na estruturação de nosso plano de vida de maneira ordenada e disciplinada.

Dependendo de onde a desordem se acumula, é a mensagem ou sinal que está sendo transmitido:

  • Bagunça ou objetos empilhados na entrada da casa,é interpretado como medo de se relacionar com outras pessoas.
  • Bagunça ou objetos empilhados no armário, a mensagem é que você não tem controle sobre a análise e o manejo das emoções.
  • Bagunça ou objetos empilhados na cozinha, a mensagem ou sinal é de ressentimento ou fragilidade sentimental.
  • Bagunça mesa ou área de trabalho, a mensagem é de frustração, medo e necessidade de controlar situações.
  • Desordem atrás das portas, a mensagem é de medo de não ser aceita pelos outros, sensação de estar constantemente sendo observada.
  • Bagunça sob a mobília, a mensagem é que as aparências recebem muita importância.
  • Bagunça ou objetos acumulados na garagem, a mensagem é de medo e falta de capacidade de atualização.
  • Bagunça ou objetos empilhados em toda a casa, a mensagem é de coragem, raiva, preguiça e apatia em relação a todos os aspectos da vida.
  • Bagunça ou objetos acumulados em corredores, a mensagem é de conflitos para se comunicar, medo de dizer e manifestar o que é desejado na vida.
  • Bagunça ou objetos acumulados na sala, a mensagem é de medo da rejeição social.
  • Bagunça na sala de jantar, a mensagem é de medo de não dar passos firmes e sólidos, sentimento de dominação por parte da família.

Nos casos em que temos antiguidades ou objetos herdados, eles estão impregnados com a energia daquelas pessoas a quem eles pertenciam. Um ritual para limpá-los é fazê-lo com incenso ou óleo essencial natural de um cítrico, como laranja, limão ou tangerina.

Depois de ter arrumado toda aquela desordem, já demos o segundo passo, agora vamos ao terceiro passo, limpar a energia de nossos espaços vivos. Isso ajudará você a converter seus espaços em lugares sagrados; em que você encontrará mais significado em sua vida e será mais assertivo em suas decisões e projetos.

“Abra espaço para o novo. Sim, abra espaço para o novo. Esvazie a geladeira, jogue fora todos os restos embrulhados em papel alumínio. Limpe os armários, se livre de tudo que você usou nos últimos 6 meses. E se você não usou por um ano, isso definitivamente está em sua casa, então venda, mude, dê ou queime.”


Louis L. Hay

Os guarda-roupas desordenados e confusos refletem uma mente em desordem. Ao limpar os armários, diga a si mesmo que está limpando seus armários mentais. O universo ama gestos simbólicos.

Organização · Papelaria

Planners gratuitos para 2019

Faltando praticamente um mês para o final do ano o mercado dos planners está fervendo em pedidos e desejos! Muitos canais no YouTube já postaram o seu escolhido (ou escolhidos) para 2019.

Mais uma vez venho listar aqui no blog opções para quem não tem muito dinheiro para investir em um planner mais caro. Em 2018 indiquei alguns. 

Para quem não sabe  planner é como uma agenda, porém, mais completa. Ele foca seu planejamento em vários pontos da sua vida. Com opções mensais, semanais e diárias, ele também ajuda quem quer ter uma rotina fitness ou de estudo mais rígida, além de monitorar seus hábitos diários. 

  • Namorada criativa – O planner de muito bom gosto feito pela Chai tem a versão gratuita e a paga. Ela fez também um colorido e um mais minimalista 
  • Quero dicas – Com três opções de capa, folhas internas e 12 divisórias
  • Segredos da Kamila – Ele é bem completo e a Kamila se dispôs a fazer a capa personalizada para inscritos no canal
  • Se joga no scrap – Bem minimalista e completo. A Morgana mostra como fez e como imprimir o planner 

Os links vão direcionar par o blog ou canal de cada uma. Não faltou opção para quem gosta de planners coloridos e os mais minimalistas também.

Para quem ainda não quer o trabalho de imprimir e encadernar a Tilibra e a Foroni lançaram linhas de planners que variam de R$15 até R$50. 

Organização

Planejando o futuro: aposentadoria

 

planejando aposentadoria

Alguns anos atrás quando iniciei na minha vida profissional uma das minhas principais preocupações era em relação à minha aposentadoria. Muitos jovens só deixam para pensar quando estão mais velhos. Não foi o meu caso.

Acredito que a visão que aprendemos na fisioterapia é ter um olhar diferente para o idoso e uma das maiores questões é como o plano de saúde vai ficando mais caro a cada ano. Muitos levam tudo que eles ganham de aposentadoria. Então sempre pensei em me planejar e não depender somente do governo na minha velhice.

Esse ano de 2018 teve como um dos assuntos mais comentados a reforma da previdência e a realidade é que essa reforma irá afetar diretamente a vida de quem está trabalhando e quer se aposentar um dia e também dos já aposentados.

Uma coisa é fato, o sistema atual não vai se sustentar por muito tempo. Dito isso, o atual presidente tem uma proposta de reforma e o presidente eleito tem outra que até então tenho visto comentários de ser mais rígida.

No YouTube já vi alguns vídeos de economistas explicando melhor como será se a reforma for aceita. Recomendo que assista se você está pensando em começar a poupar para o futuro de forma independente.

Então resolvi compartilhar com vocês como eu estou me planejando para cuidar mais das minhas finanças e também da minha aposentadoria.

Tracei algumas metas:

  1. Controlar ganhos e gastos (controlarei com o planner);
  2. Liquidar dívidas;
  3. Separar 10% de tudo que eu ganho para minha reserva de emergência;
  4. Separar 20% para aposentadoria (quando alcançar 6 salários da reserva passo para 30% para aposentadoria);

É importante não contar com esse dinheiro e ser disciplinado no investimento que você escolher. Eu aplico no Tesouro Direto (o canal Me Poupe! é ótimo e tem milhares de videos sobre). Quem é entendido no assunto diz que o melhor é não deixar o dinheiro em um único lugar sabe. De qualquer forma é importante estudar bastante para saber o que fazer com o seu dinheiro.

Cada um precisa fazer a conta de quantos anos quer parar de trabalhar, o valor necessário para seu sustento e quanto você precisará economizar para chegar nesse valor. No Google você pode encontrar sites com calculadoras super fáceis para fazer a conta.

Ter o futuro garantido é a melhor forma de dormir tranquilo!

Papelaria

Papelaria: como só comprar o necessário

planner

Amor pelos itens fofos de papelaria. Quem nunca? Quando somos pequenos é responsabilidade dos nossos pais escolher e comprar todo ano o que será usado, está nas mãos deles limitarem as escolhas dos filhos ou não.

Verdade é que ainda bem, na minha época de escola não tinha tanta variedade e essas fofuras todas. Meus pais teriam trabalho para controlar os gastos.

Agora como adultos não temos ninguém para nos segurar de gastar muito com esses pequenos e para piorar a situação temos na ponta dos dedos o acesso à milhares de itens incríveis pela internet.

Como resistir e não comprar? E ainda é pior com os preços tentadores da China.

Algumas pessoas colecionam esses artigos e é normal ter uma coleção, muitas pessoas as têm. Resolvi escrever esse post para pessoas que como eu, não estão nesse público e às vezes compram sem precisar.

Comecei a focar em alguns pontos:

  1. Saber que você possui coisas e não elas possuem você;
  2. Nós podemos admirar coisas bonitas sem precisar possuir elas;
  3. Tudo que compramos nós pagamos com o nosso tempo de trabalho. Então quanto tempo de vida nós demos para comprar esses artigos que nem vamos usar?

Depois que comecei a aplicar esses três pontos passei a ter um controle maior. Utilizo eles para qualquer compra. Eu amo artigos de papelaria, mas aprendi a admirar eles de longe. Hoje uso um planner e vou continuar em 2019. Estou pesquisando marcas que tenham o que eu preciso e não seja extremamente cara.

pencil-3326180_1280

Sou bem minimalista e não enfeito ele. Adesivos que eu tenho, baixei na internet de graça e imprimi na gráfica. Saiu bem barato cada página. Tenho uma caderneta A6 que deixo na bolsa para anotar compromissos de trabalho e atendimentos. Escolhi ela por ser leve e fácil de carregar. Canetas e lápis utilizo até o final e ainda terei eles por muito tempo até precisar comprar novos. Post its também ainda terei por um bom tempo porque uso pouco.

Não é fácil controlar nossos gastos, mas é possível. Com determinação e foco podemos aumentar nossa consciência nos gastos e mesmo assim usar a papelaria como uma arma importante nessa organização sem gastar muito dinheiro com isso.

Menos é mais!