Organização · Papelaria

Planners gratuitos para 2019

Faltando praticamente um mês para o final do ano o mercado dos planners está fervendo em pedidos e desejos! Muitos canais no YouTube já postaram o seu escolhido (ou escolhidos) para 2019.

Mais uma vez venho listar aqui no blog opções para quem não tem muito dinheiro para investir em um planner mais caro. Em 2018 indiquei alguns. 

Para quem não sabe  planner é como uma agenda, porém, mais completa. Ele foca seu planejamento em vários pontos da sua vida. Com opções mensais, semanais e diárias, ele também ajuda quem quer ter uma rotina fitness ou de estudo mais rígida, além de monitorar seus hábitos diários. 

  • Namorada criativa – O planner de muito bom gosto feito pela Chai tem a versão gratuita e a paga. Ela fez também um colorido e um mais minimalista 
  • Quero dicas – Com três opções de capa, folhas internas e 12 divisórias
  • Segredos da Kamila – Ele é bem completo e a Kamila se dispôs a fazer a capa personalizada para inscritos no canal
  • Se joga no scrap – Bem minimalista e completo. A Morgana mostra como fez e como imprimir o planner 

Os links vão direcionar par o blog ou canal de cada uma. Não faltou opção para quem gosta de planners coloridos e os mais minimalistas também.

Para quem ainda não quer o trabalho de imprimir e encadernar a Tilibra e a Foroni lançaram linhas de planners que variam de R$15 até R$50. 

Anúncios
Papelaria

Papelaria: como só comprar o necessário

planner

Amor pelos itens fofos de papelaria. Quem nunca? Quando somos pequenos é responsabilidade dos nossos pais escolher e comprar todo ano o que será usado, está nas mãos deles limitarem as escolhas dos filhos ou não.

Verdade é que ainda bem, na minha época de escola não tinha tanta variedade e essas fofuras todas. Meus pais teriam trabalho para controlar os gastos.

Agora como adultos não temos ninguém para nos segurar de gastar muito com esses pequenos e para piorar a situação temos na ponta dos dedos o acesso à milhares de itens incríveis pela internet.

Como resistir e não comprar? E ainda é pior com os preços tentadores da China.

Algumas pessoas colecionam esses artigos e é normal ter uma coleção, muitas pessoas as têm. Resolvi escrever esse post para pessoas que como eu, não estão nesse público e às vezes compram sem precisar.

Comecei a focar em alguns pontos:

  1. Saber que você possui coisas e não elas possuem você;
  2. Nós podemos admirar coisas bonitas sem precisar possuir elas;
  3. Tudo que compramos nós pagamos com o nosso tempo de trabalho. Então quanto tempo de vida nós demos para comprar esses artigos que nem vamos usar?

Depois que comecei a aplicar esses três pontos passei a ter um controle maior. Utilizo eles para qualquer compra. Eu amo artigos de papelaria, mas aprendi a admirar eles de longe. Hoje uso um planner e vou continuar em 2019. Estou pesquisando marcas que tenham o que eu preciso e não seja extremamente cara.

pencil-3326180_1280

Sou bem minimalista e não enfeito ele. Adesivos que eu tenho, baixei na internet de graça e imprimi na gráfica. Saiu bem barato cada página. Tenho uma caderneta A6 que deixo na bolsa para anotar compromissos de trabalho e atendimentos. Escolhi ela por ser leve e fácil de carregar. Canetas e lápis utilizo até o final e ainda terei eles por muito tempo até precisar comprar novos. Post its também ainda terei por um bom tempo porque uso pouco.

Não é fácil controlar nossos gastos, mas é possível. Com determinação e foco podemos aumentar nossa consciência nos gastos e mesmo assim usar a papelaria como uma arma importante nessa organização sem gastar muito dinheiro com isso.

Menos é mais!

 

Organização · Papelaria

Como eu vou me organizar em 2018

planner bullet journal

O ano de 2018 começando e uma das coisas mais aguardadas é iniciar um novo planner!

Esse ano além do bullet journal, contei dele para vocês aqui nesse post, irei utilizar um planner também.

Resolvi usar os dois esse ano porque ano passado senti alguma dificuldade no bujo. Não tenho talento para desenhar, então meu layout era o básico mesmo, porém, ter obrigatoriamente que fazer toda semana antes de começar a planejar me desanimava bastante.

Eu queria começar logo a definir minhas prioridades, mas me sentia presa a fazer um layout minimamente bonitinho e acabava perdendo tempo com isso.

A solução foi então partir para um planner. Listei para vocês 5 planners gratuitos aqui no blog.

Pesquisando preço entre comprar um pronto e imprimir na gráfica (aqui na minha cidade é difícil encontrar um preço mais baixo), resolvi optar pelo West Village, da Tilibra.

planner bujo

Pode-se dizer que ele quase não é um planner. Eu explico! Por mais que ele tenha o layout característico mensal e semanal, ele não possui nenhum outro item clássico que caracteriza um planner, como hábitos diários e planejamento financeiro.

Ele sendo bem simples foi o que me conquistou. Leve, objetivo e claro era o que eu estava procurando e o West é tudo isso.

Como o planejamento financeiro é algo que preciso MUITO, resolvi deixa-lo no bujo, assim posso atualizar duas vezes ao mês, ter um local específico e não preciso carregar para todo lado. Além dele, deixo um local para anotações gerais e de trabalho e minha Mandala lunar.

Minha forma de organização continua como no bujo porque me adaptei muito bem a ela. Uso tópicos para listar minhas tarefas e vou as ticando quando são cumpridas, adiadas ou excluídas.

Para quem ainda tem duvida de como fazer um bullet, vale a pena ler o livro Diário de Tópicos da Rachel Wilkerson Miller. Ele é super didático e aqui você pode ter uma amostra dele.

Um pouquinho mais de como é o West Village para vocês.

planner tilibra

west village

planner minimalista

Organização · Papelaria

5 Planners gratuitos para 2018

 

planner-1873485_1280

Todo final de ano repassamos nossas metas e como nos saímos ao cumpri-las. Um dos grandes amigos que pode nos ajudar nos organizar melhor  é o Planner.

Planner é como uma agenda, porém, mais completa. Ele foca seu planejamento em vários pontos da sua vida. Com opções mensais, semanais e diárias, ele também ajuda quem quer ter uma rotina fitness ou de estudo mais rígida, além de monitorar seus hábitos diários. 

Como o preço de um Planner pode variar de R$100 até R$300 ou mais, muitas blogueiras/youtubers disponibilizam gratuitamente para você baixar e imprimir em casa ou em uma gráfica.

Esse ano saiu alguns Planners com preços mais em conta a partir de R$20 (Tilibra), eu pessoalmente comprei um e não penso que seja um Planner por ser bem incompleto, mas falarei dele em um próximo post.

Resolvi listar para vocês então algumas opções de Planners gratuitos para 2018.

Casinha Arrumada

Se você quer um Planner bem completo, esse disponibilizado pela Inara do Casinha Arrumada tem de tudo. Desde mais de uma opção de capa até planos de estudo, metas e planejamento financeiro.

Conversando com a lua

A Day do Conversando com a Lua  também disponibilizou um Planner, com um layout bem minimalista. Ele é separado mensalmente e conta com uma área para quem é blogueira ou youtuber.

Gaveta Mix

O Dream Planner vem na sua maior parte na escala cinza, o que diminui bem o preço final da impressão. Ele tem separação mensal e é permanente, ou seja, não tem datas. Você vai preenchendo as datas e pode começar essa semana ou em fevereiro sem problemas.

Lia Araújo

O Planner também é bem minimalista, com tons predominantes em preto, cinza e rosa. Ele tem planejamento mensal, hábitos diários e planejamento semanal. Ela ainda vai disponibilizar outras páginas.

Sagrado Feminino

O Planner Sagrado Feminino é muito voltado ao autoconhecimento. Ele possui a versão paga mais completa, mas também disponibilizaram uma versão gratuita tão linda quanto. A versão gratuita conta com 4 opções de capa, calendário, mapa astral, calendário lunar, roda do ano, além dos planejamentos anual, mensal e semanal.

Selecionei os 5 que mais gostei, mas em uma busca rápida pelo Google ou YouTube vocês podem encontrar muitas outras opções com layouts mais coloridos, adesivos, etc.

Organização · Papelaria

Se organize com o Bullet Journal

Top view open notebook and pen on white desk background.

Sabe quando você está tão acostumado com uma coisa e esquece como era sem ela? Eu sou assim com o meu Bullet Journal. 

No final de 2016 eu fiz minha lista de metas para esse ano e entre elas, estava me tornar uma pessoa mais organizada.

Fui então ao amigo Google pesquisar formas de organização e inicialmente pensei em ter um planner. Só que eu não sabia se conseguiria me adaptar e não desanimar de preencher ele todos os dias, e também não queria me sentir pressionada a fazer mil coisas nele.

Foi então que conheci o bujo. Por anos, desde a época da faculdade, eu usava um caderninho para anotar coisas que eu precisava fazer no dia seguinte. Logo adaptei o que eu já tinha o hábito de fazer a técnica do bujo.

Essa técnica criada pelo Ryder Carroll é muito simples e flexível. Trata-se de você colocar em um único caderno ou agenda todos os aspectos da sua vida. Trabalho, estudo, planejamento para uma viagem…

Para começar você só precisa de um caderno (pode ser o modelo de sua preferência, pautado ou liso) e uma caneta.

Basicamente no início você precisa criar um índice, um calendário mensal e um calendário diário.

Quando procuramos inspirações na internet encontramos diversos formatos, porque cada um adaptou a sua própria necessidade. Então não fique desanimado se você não é muito criativo, não sabe desenhar e nem tem mil adesivos para enfeitar seu bujo.

O próprio Ryder tem o seu super minimalista com um layout simples e sem enfeite.

Nesse vídeo ele explica o passo a passo de como criar o Bullet.

 Você pode ainda criar páginas suas com listas de séries para atualizar e ver, filmes, metas, lista de compras e muito mais.

Se interessou? Você pode começar um agora mesmo. Lembre-se de manter o foco no que é importante para você. Anote as principais atividades que precisa fazer no dia, mas não muitas, listar mil tarefas para um dia e não conseguir realizá-las só vai te deixar frustrado e vá riscando o que você já fez.

Uma dica extra é criar um cantinho da gratidão no bujo.  Já falei um pouquinho aqui sobre a gratidão no nosso dia a dia. E é isso. Nunca é tarde para começar.