Organização

Aplicativo contra procrastinação: Forest

Conheci por acaso o Forest: Mantenha o foco e já amo! Estou a duas semanas testando e tem me ajudado muito nos estudos.

Ele funciona como no método Pomodoro, já falei dele aqui em alguns posts. Podemos colocar 25min, menos ou mais de acordo com o tempo que você precisa e durante esse tempo uma arvorezinha crescerá no app. Podemos estipular também um tempo de descanso, como o Pomodoro sugere.

Quanto mais tempo você permanece sem utilizar o celular e concentrado, mais árvores você terá na sua floresta.

Sabe a melhor parte? Nós podemos ajudar plantar árvores de verdade! Mais de 300.000 árvores já foram plantadas.

Se a gente cai na tentação de usar o celular antes do tempo terminar a nossa arvorezinha morre. Não sei vocês, mas pensar isso já me impediu de fechar ele para ver as mensagens do Whatsapp várias vezes.

O aplicativo apresenta como seus recursos:
Uma forma interessante de vencer o vício em celular e superar a distração
• Um incentivo a mais para manter o foco
• A melhor solução para a procrastinação
• Diminua a procrastinação e seja mais produtivo
• Monitore seu tempo de foco de forma simples e agradável
• Ganhe recompensas e desbloqueie mais de 30 espécies novas de árvore e sons ambientes
• Transforme seus momentos de foco numa bela floresta
• Ganhe motivação para alcançar seus objetivos diários

É uma forma divertida que dá um objetivo final e acredito que essa é a maior diferença dos outros aplicativos de controle de tempo. Por enquanto ele está disponível apenas para Android.

Organização · Saúde · Vida

Nossa casa, o melhor dos nossos espelhos

Quem gosta de decoração geralmente vive vendo matérias e inspirações para fazer a nossa casa ficar cada vez mais aconchegante e com a nossa cara. Já tinha falado aqui no blog antes sobre a relação da casa e transtornos psicológicos. Vocês podem encontrar esses posts aqui, aqui e aqui. Como é um assunto muito interessante resolvi trazer ele mais uma vez.

Acredito que estamos vivendo em um mundo muito artificial e chegamos em um nível tão ruim para nossa saúde que estamos adoecendo cada dia mais cedo. Eu particularmente conheço poucas pessoas que não demonstram nenhum tipo de ansiedade, depressão, ou outro transtorno. A maioria da minha rede de contatos apresentam algum ou mais de um problema desses.

É muito grave se a gente for pensar que a depressão e ansiedade são consideradas doenças do século e na maioria das vezes nós mascaramos elas com medicação apenas.

Mas voltando ao assunto inicial, a nossa casa é como um prolongamento de nós mesmos. Ela é o nosso porto seguro, geralmente. Servindo para nós acolher e proteger nos piores momentos.

Ela muitas vezes mostra como estamos internamente porque reflete quem nós somos. Acho muito interessante aqueles programas sobre acumuladores, porque eles mostram o ponto que nós podemos chegar quando não cuidamos de nós internamente. Como o emocional e nosso estado de ânimo reflete no ambiente que frequentamos.

Muitas pessoas sentem a sensação de estar colocando tudo no lugar (internamente) quando está colocando tudo no lugar em uma faxina em casa. Eu mesma já usei a faxina como forma de me sentir melhor e liberar ansiedade. Limpar, organizar e redecorar se tornaram uma fuga do estresse.

Nesse ponto podemos também ver como não só os acumuladores são pessoas com alguma fragilidade emocional, mas também aquelas pessoas que mantêm a casa perfeitamente organizada e não permitem a bagunça nem quando estão viajando e deveriam estar se divertindo.

O Feng Shui ajuda a analisar a personalidade dos moradores de uma casa e trabalha a energia desse ambiente. Então muitas vezes organizar a casa pode influenciar em nosso eu interior. O mais indicado é fazer uma análise criteriosa e doar, vender ou jogar fora (no caso das coisas que não tem mais concerto ou serve para alguém) tudo que não reflete quem é você mais, não usa ou não funciona.

Cuidar de nós mesmos e da nossa casa é fundamental para uma boa saúde emocional. Focar em se equilibrar internamente cuidando da nossa alimentação, do nosso sono, se reconectar com a natureza, beber bastante água, meditar, se exercitar e buscar o autoconhececimento é um caminho.

Mudança de hábitos e repensar tudo que tem acontecido são as chaves para restabelecer o nosso equilíbrio.

*Eu acredito em uma vida mais saudável, sustentável e que podemos cuidar da nossa casa e criar um ambiente aconchegante que reflete a nossa personalidade sem gastar rios de dinheiro com isso. Acredito que um dos maiores prazeres é usar a criatividade para construir uma casa linda sem um consumo desenfreado!

Organização

Como vencer a procrastinação


Não deixe para amanhã o que  você pode fazer hoje.

(Artigo publicado originalmente em espanhol sebascelis.com – Autor: Juan Sebastián Celis )

Você se distrai enquanto trabalha em algo importante?

Distração é um sintoma comum da procrastinação.

Entender o que é a procrastinação e como evitá-la é um problema que afeta tantas pessoas que deveriam ser ensinadas nas escolas do século XXI.

Procrastinar significa adiar a tarefa que você está realizando para realizar outra atividade secundária que o distraia da atividade principal.

Você já ficou nervoso com alguma coisa tipo ir ao médico e começou a andar pela casa organizando, limpando ou fazendo tarefas para se distrair? Isso é o que sentimos ao procrastinar.

Procrastinar tem a ver com sentir-se desmotivado ou relacionar a tarefa que estamos fazendo com possíveis conseqüências negativas. Se você está imerso em uma tarefa que você não gosta, sua mente precisa deixá-la de lado para respirar e fazer algo que é mais prazeroso para você.

Procrastinar não nada tão ruim, todo mundo que enfrenta uma tarefa tediosa sofre em maior ou menor grau. O problema é quando a procrastinação é tão importante que as suas tarefas nunca são terminadas.

Como vencer a procrastinação?

A procrastinação é uma maneira de sua mente dizer que você está fazendo algo errado. Para resolvê-lo, identifique qual dos itens da lista a seguir que afeta você.

1. Medo / Perfeccionismo / Estresse

São três lados da mesma moeda. Perfeccionismo e estresse são formas de medo. O perfeccionismo é o medo de não ser bom o suficiente. O estresse é um estado de tensão constante causado pelo medo.

Vamos analisar algumas estratégias para melhorar sua resposta ao medo.

A. Encontre a causa de seus medos

Compreender o seu medo está a meio caminho da solução. Se você não conhece a causa do seu medo, não será capaz de resolvê-lo.

Digamos, por exemplo, que alguém tenha que executar uma tarefa importante em seu trabalho e esteja procrastinando e se sentindo estressado.

O que realmente o assusta? Pode ser que você se preocupe com a possibilidade de seu chefe não estar satisfeito e que te demita. Por que você está preocupado em perder seu emprego? Quais seriam as consequências? Pode ser que você tenha medo de perder sua fonte de renda ou que esteja preocupado com o que sua família possa pensar.

B. Enfrente seus medos

Cuide do que você faz agora

A única coisa que você pode controlar é o que você faz agora. Você não pode prever o futuro. Você não pode controlar o que vai acontecer amanhã. Concentre-se na tarefa que você está fazendo agora.

Coloque as coisas em perspectiva

Pense em si mesmo dentro de um ano. Onde você estará? O que você vai fazer? Imagine lembrar o momento atual dentro de um ano. Será que isso importará o que você está fazendo agora em um ano?

Relaxe enquanto você trabalha

Parece incrível, mas ouvir músicas relaxantes me ajuda muito a me concentrar quando o perfeccionismo toma conta de mim.

2. Falta de Diversão

O trabalho parece tão importante que às vezes esquecemos que somos seres humanos que precisam se divertir para viver. Em vez disso, nos tratamos como robôs dedicando nosso tempo a tarefas tediosas e chatas.

Se você passa a maior parte do tempo em uma única atividade ou área de sua vida, essa parte se tornará pesada para você e as outras áreas de sua vida sofrerão como conseqüência.

Tente distribuir seu tempo de maneira equilibrada entre o trabalho e a diversão.

3. Falta de Motivação

Por que você está fazendo o que faz? O que te motiva no seu trabalho? Se você acha que seu trabalho é uma obrigação ou um fardo, talvez deva procurar uma maneira alternativa de encarar seu trabalho ou talvez deva procurar outro emprego. Não continue fazendo algo se você não tiver um motivo.

Duas maneiras de fazer uma tarefa chata mais motivadora:

  • Se você tem que fazer tarefas longas e chatas tente adicionar um elemento de diversão
  • Escolha algo que realmente goste como recompensa pelo seu trabalho e se dê uma recompensa cada vez que terminar uma tarefa.

4. Trabalho ineficiente

Trabalhar mais tempo do que o necessário pode tornar seu trabalho chato.

Trabalhe menos horas para ser mais produtivo

Trabalhar mais horas não significa trabalhar mais. Certifique-se de que as horas dedicadas ao seu trabalho são gastas trabalhando realmente e não em tarefas menos importantes, como verificar o e-mail, conversar, procurar informações indefinidamente, etc.

  • Não perca de vista seu objetivo

Por que você está fazendo o que faz? Por exemplo, a razão pela qual escrevo é oferecer regularmente conselhos práticos para o seu desenvolvimento pessoal. Se eu estivesse preocupado com o que as pessoas poderiam pensar ou se o artigo fosse 100% perfeito, eu não escreveria.

Concentre-se em seu objetivo, é a única coisa importante, a razão pela qual você faz o que faz. Se você perder sua meta de vista, você estará trabalhando em coisas sem importância.

5. Falta de planejamento

  • Planeje

O planejamento ajuda você a se concentrar nas tarefas mais importantes, saber o que deve fazer e quanto deve dedicar a cada momento.

  • Não se sobrecarregue com o trabalho

Ter uma lista interminável de tarefas pendentes faz você se sentir desamparado. Certifique-se de decidir corretamente quanto tempo cada tarefa leva para que você não acumule trabalho e delegue ou elimine tarefas menos importantes.

6. Falta de Disciplina

  • Use disciplina, comece mesmo se você não tiver vontade

Às vezes você quer trabalhar e é muito produtivo, mas talvez muitas vezes você comece a trabalhar, mas não sente vontade . Você pensa “mmm … talvez em 30 minutos eu tenha mais vontade de fazê-lo”. Passam 30 minutos e ainda não sente vontade de começar.

O melhor momento para começar a fazer algo é agora Aprenda a usar sua força de vontade e você verá que, depois de ter começado, continuar trabalhando é fácil

7. Fadiga Física ou Mental

Se você não come bem, não está em forma, não descansa o suficiente ou não dorme adequadamente seu corpo não quer trabalhar, quer descansar e não vai deixar você fazer nada que você pedir.

Certifique-se de descansar o suficiente enquanto trabalha e durma o quanto precisar à noite.

Minimalismo · Organização

Marie Kondo na Netflix

Estava ansiosa para compartilhar aqui sobre a série Ordem na casa da Marie Kondo na Netflix. Logo que lançou eu corri para assistir e não me decepcionei.

Para quem não conhece, Marie Kondo é uma especialista em organização, escritora e criadora do método KonMari. O primeiro livro dela A mágica da arrumação foi um grande sucesso de vendas e ela já apareceu em dezenas de programas no Japão e USA.

A séria mostra famílias dominadas pela desordem em casa e que segundo Marie precisam apenas manter o que lhes trás alegria. Ao longo dos episódios ela mostra como devemos mostrar gratidão pelos objetos que já nos serviram e desapegar.

É uma inspiração para quem precisa criar coragem de se desfazer de objetos que já não utilizam ou tem grande apego emocional.

Na série podemos ter uma ideia melhor dos ensinamentos passados pelos livros. A forma correta de dobrar as roupas, a melhor forma de guardar utensílios de cozinha, decorações e tudo mais. São passos simples e que facilitam muito nosso dia a dia.

Marie é muito delicada e se mostra muito respeitosa pelo estilo de vida de cada família que participa, sem julgar os motivos de cada um em viver as vezes no meio do caos.

Quem imagina que os livros e o reality são apenas sobre limpeza de casa se engana. Marie mostra muito mais do que apenas organização. É um estilo de vida valorizar tudo que nós temos, usá-los bem, sermos gratos e descartá-los quando necessário. A bagunça é muitas vezes um peso e não nos deixa aproveitar a vida da melhor forma.

Assistam, não vão se arrepender! Espero que voltem com mais temporadas!

Organização · Saúde

Significado da bagunça na sua casa

Texto em espanhol postado originalmente no blog  Sanación Holística.

Você sabia que o acúmulo e a desordem em casa está relacionado a diferentes tipos de medo?

Como o medo de mudança, medo de ser esquecido e esquecer, carência e simbolizam confusão, falta de foco, caos, instabilidade e pode indicar incerteza de tuas metas, tua identidade ou o que você quer da vida. Além disso o local em qual se acumula essa desordem reflete a área problemática da sua vida. Por exemplo, dizem que o armário reflete como você está emocionalmente e que, uma vez que você organize seus conflitos internos, vai se acalmar, ou que um colcha desbotada significa que sua vida amorosa também perdeu seu brilho.

Você manteve objetos quebrados ou danificados por um longo tempo pensando em consertá-los um dia? Eles simbolizam promessas e sonhos quebrados e se é  eletrodomésticos, eletrônicos, móveis ou louças e você ainda guarda, por exemplo, na cozinha ou no banheiro, eles significam problemas de saúde e riqueza.

Se a desordem está em seu quarto significa que você é uma pessoa que deixa as coisas inacabadas e você tem dificuldade em ter um parceiro ou trabalho estável.

O quarto das crianças geralmente são confusos porque eles ainda não passaram pelo processo de saber o que querem da vida, mas há estudos que mostram que as crianças que mantêm seus quartos organizados tendem a serem melhores na escola.

Diferentes tipos de acumulação

  • Acumulação recente: Esse acúmulo indica que você está tentando fazer muitas coisas ao mesmo tempo e que não está se concentrando no que deve fazer, que perdeu a direção. Esse acúmulo ou desordem inclui roupas empilhadas, CDs ou filmes ao redor da casa, brinquedos ou itens esportivos espalhados, coisas que você usou recentemente, mas não colocou de volta no lugar. A maneira apressada em que vivemos tende a criar esse tipo de transtorno e quase todos nós temos em nossa casa, em certa medida.

Organizar essa bagunça imediatamente ajuda você a ser uma pessoa mais focada e eficaz em sua vida diária.

  • Acumulação antiga: refiro-me a objetos que você não usa há muito tempo e que estão empilhados nas gavetas, garagem, armários … Papéis velhos e documentos em seu computador que você não usa mais, revistas há mais de 6 meses ou roupas que você não colocou mais de um ano. Esta é uma reflexão que você está vivendo no passado e está deixando que suas velhas idéias e emoções tomem conta do seu presente e isso, ao mesmo tempo, impede que novas oportunidades e pessoas entrem em sua vida.

10 coisas que você pode fazer hoje para controlar a bagunça:

  1. Livre-se das coisas maiores primeiro: a bicicleta ergométrica que você não usa mais ou o urso de pelúcia gigante que você guarda desde a escola.
  2.  Devolva todas as coisas que você pegou emprestado, cds, livros, roupas, ferramentas.
  3. Pegue o que está no chão e coloque-o em uma cesta ou bolsa até que você possa colocá-los em seu lugar.
  4. Recolha revistas, catálogos e jornais em uma sacola ou cesta.
  5. Tire 10 roupas do armário que você não usou no ultimo ano e doe-as.
  6.  Limpe as janelas, é uma maneira figurativa e literal de deixar a luz entrar na sua vida.
  7. Cestos de lixo vazios, banheiros, cozinha, escritório; eles representam coisas que não precisamos mais nem queremos em nossas vidas.
  8. Retire as meias soltas que você perdeu o par das gavetas do seu guarda-roupa. Você pode usá-las para limpar os móveis.
  9. Limpe a mesa, arquive os papéis que você não usa mais, revise e organize e-mails recebidos.
  10. Livre-se de canetas e marcadores que não funcionam.

Sua atitude é fundamental para favorecer as mudanças que você quer fazer em sua vida.

O Significado da bagunça em cada cômodo

Os seres humanos emitem mensagens e sinais de acordo com a disposição de nossos objetos pessoais, mesmo em nossas gavetas. O acúmulo de objetos é uma maneira de emitir sinais; muitos objetos emitem o sinal de saturação de idéias, projetos e planos totalmente confusos, muito pouco estruturados e definidos.

A bagunça altera o caminho para alcançar nossos objetivos. Ela bloqueia as estradas de acesso a oportunidades e nos faz perder tempo, o que pode ser inestimável na estruturação de nosso plano de vida de maneira ordenada e disciplinada.

Dependendo de onde a desordem se acumula, é a mensagem ou sinal que está sendo transmitido:

  • Bagunça ou objetos empilhados na entrada da casa,é interpretado como medo de se relacionar com outras pessoas.
  • Bagunça ou objetos empilhados no armário, a mensagem é que você não tem controle sobre a análise e o manejo das emoções.
  • Bagunça ou objetos empilhados na cozinha, a mensagem ou sinal é de ressentimento ou fragilidade sentimental.
  • Bagunça mesa ou área de trabalho, a mensagem é de frustração, medo e necessidade de controlar situações.
  • Desordem atrás das portas, a mensagem é de medo de não ser aceita pelos outros, sensação de estar constantemente sendo observada.
  • Bagunça sob a mobília, a mensagem é que as aparências recebem muita importância.
  • Bagunça ou objetos acumulados na garagem, a mensagem é de medo e falta de capacidade de atualização.
  • Bagunça ou objetos empilhados em toda a casa, a mensagem é de coragem, raiva, preguiça e apatia em relação a todos os aspectos da vida.
  • Bagunça ou objetos acumulados em corredores, a mensagem é de conflitos para se comunicar, medo de dizer e manifestar o que é desejado na vida.
  • Bagunça ou objetos acumulados na sala, a mensagem é de medo da rejeição social.
  • Bagunça na sala de jantar, a mensagem é de medo de não dar passos firmes e sólidos, sentimento de dominação por parte da família.

Nos casos em que temos antiguidades ou objetos herdados, eles estão impregnados com a energia daquelas pessoas a quem eles pertenciam. Um ritual para limpá-los é fazê-lo com incenso ou óleo essencial natural de um cítrico, como laranja, limão ou tangerina.

Depois de ter arrumado toda aquela desordem, já demos o segundo passo, agora vamos ao terceiro passo, limpar a energia de nossos espaços vivos. Isso ajudará você a converter seus espaços em lugares sagrados; em que você encontrará mais significado em sua vida e será mais assertivo em suas decisões e projetos.

“Abra espaço para o novo. Sim, abra espaço para o novo. Esvazie a geladeira, jogue fora todos os restos embrulhados em papel alumínio. Limpe os armários, se livre de tudo que você usou nos últimos 6 meses. E se você não usou por um ano, isso definitivamente está em sua casa, então venda, mude, dê ou queime.”


Louis L. Hay

Os guarda-roupas desordenados e confusos refletem uma mente em desordem. Ao limpar os armários, diga a si mesmo que está limpando seus armários mentais. O universo ama gestos simbólicos.